quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Uma Quase Cinderela - Melhores Momentos

MADRASTA: (Puxa a cortina que escondia Cinderela) Já terminou de fazer nossos vestidos Cinderela?! Quantas vezes terei que repetir que o baile é esta noite?!

CINDERELA: (Tomando calmamente chá) Eu estou aqui...

MADRASTA: (Aos berros soltando a cortina) QUEM A AUTORIZOU DE TOMAR UM CHAZINHO TRANQÜILAMENTE?!! Se está nessa mordomia, com certeza já terminou seu trabalho, não é mesmo?!!

IRMÃ BOA: (Tentando acalmar a Madrasta segurando-a) Mamãe...

CINDERELA: (Calmamente logo após tomar um gole de chá) O que a faz pensar que alguém como eu possa confeccionar um vestido...? Agora, se quer mesmo chamar a atenção como o maior mico da festa, eu não me importo em fazer o trabalho...

MADRASTA: (Avançando contra Cinderela berrando) Que mico que nada!! O que você quer que eu faça?! Só estou seguindo o roteiro!!!

(...)

FADA-MADRINHA: (Entrando na sala segurando uma vassoura e com a roupa luminosa) Eu vim para ajuda-la. Cindere...(Brilho da própria roupa cegando os olhos e com a mão que não carrega a vassoura nos olhos) Errr...Eu...Sou...Sou a...A Fada-Madrinha...

CINDERELA: Desculpe-me, mas não chamo isso de uma apresentação apropriada...

(...)

CONVIDADAS 1 e 2: (Entrando pela porta e indo até o Príncipe) Por favor Príncipe...

PRÍNCIPE: (Sem nem olhar) Não.

CONVIDADA 1: Me concede esta dança?

CONVIDADA 2: (Virando para convidada 1) Não! Eu pedi primeiro!

CONVIDADA 1: (Virando para convidada 2) Não! Vá dançar com outro!

IRMÃ BOA: (Também entrando no cenário pela porta, indo até o Príncipe)Senhor Príncipe, poderia...(Interrompida)

PRÍNCIPE: (Virando para as convidadas e para a Irmã Boa) Ce é surda? Já falei que não!!!

IRMÃ BOA: (Sorrindo segurando a mão direita com a esquerda) Ah...Sim...Desculpe-me...

PRÍNCIPE: (Se levanta rápido, admirado com a beleza da Irmã Boa) ESPE...!

NARRADOR: Claro, o príncipe recusou friamente o convite da irmã malvada. Anda logo... Recuse!

PRÍNCIPE: (Indo até o Amigo do Príncipe) Que droga...! O que eu to fazendo aqui..?

(...)


AMIGO DO PRÍNCIPE: (Olhando Cinderela) Ei, olha só que gata. Vai lá xavecar.

PRÍNCIPE: (Vendo Cinderela com seu vestido negro e acessório também negro) Nem morto. A garota parece ser macumbeira. Num caso com essa nem morto.

NARRADOR: Foi paixão à primeira vista. Apressado, o maravilhado príncipe decidiu convidar Cinderela para uma dança.

PRÍNCIPE: (Gritando com o Narrador) E POR QUE EU FARIA ISSO?!

NARRADOR: Não reclame e anda logo.

(...)

CINDERELA: (Se virando lentamente pro Príncipe)...Conversar?...Tudo bem. As ondas da noite estão tinindo a ponto de fazer vibrar o cérebro, não acha?(Olhando para o príncipe com uma cara ao mesmo tempo séria e assustadora)

PRÍNCIPE: (Virando a cara com medo) Por favor... Puxe um assunto que eu possa ser capaz de responder...


[Trechos de Uma Quase Cinderela]


Minhas partes preferidas dessa hilaria peça.
(Peça copiada do mangá Fruits Basket, numero 15)

5 comentários:

Magda Tomaz disse...

Saudade migaaaaaaaaaaaaa... saudadeeee

O seringueiro Voador disse...

Com esse é o blog com o maior número de publicações por dia que eu conheço.

Cinderela interessante...
Japoneses têm cada idéia...

Near

O seringueiro Voador disse...

"Com certeza"

só corrigindo.

Magda tomaz disse...

Fui eu sim migaaaaa, escrevi quando estava la no meu pai, dia de chuva, e mó tédio. Minha inspiração., bjusss

Anne Nascimento disse...

ADOOOOOOOOOOOOOOOOOOUROOOOOOO

hasdasduhasidh

achei o máximo =D