quarta-feira, 16 de abril de 2008

Ana e o Mar

O Teatro Mágico
Composição: Fernando Anitelli

Veio de manhã molhar os pés na primeira onda
Abriu os braços devagar e se entregou ao vento
O sol veio avisar que de noite ele seria a lua,
Pra poder iluminar Ana, o céu e o mar

Sol e vento, dia de casamento
Vento e sol, luz apagada no farol
Sol e chuva, casamento de viúva
Chuva e sol, casamento de espanhol

Ana aproveitava os carinhos do mundo
Os quatro elementos de tudo
Deitada diante do mar
Que apaixonado entregava as conchas mais belas
Tesouros de barcos e velas
Que o tempo não deixou voltar

Onde já se viu o mar apaixonado por uma menina?
Quem já conseguiu dominar o amor?
Por que é que o mar não se apaixona por uma lagoa?
Porque a gente nunca sabe de quem vai gostar

Ana e o mar... mar e Ana
Histórias que nos contam na cama
Antes da gente dormir

Ana e o mar... mar e Ana
Todo sopro que apaga uma chama
Reacende o que for pra ficar

Quando Ana entra n'água
O sorriso do mar drugada se estende pro resto do mundo
Abençoando ondas cada vez mais altas
Barcos com suas rotas e as conchas que vem avisar
Desse novo amor... Ana e o mar



Essa música é simplesmente linda. Fico com os olhos cheios de lágrimas toda vez que eu ouço. (Acho que isso é um sinal que eu preciso arranjar um namorado, ou melhor, um ficante, porque eu não tenho paciência para namorado.). Total que eu vou colocar o nome da minha filha de Mariana.

Para esquecer o clip e ouvir a musica:



3 comentários:

Nathália disse...

Cara! Eu postei essa música no meu antigo blog, ano passado eu acho!
É linda, néam? *o*

Ah, e o e-mail do msn é aquele mesmo que eu não tenho idéia se foi o que você leu... Hahahaha.
É esthevlana@hotmail...

:D

Beijo!

Anne Nascimento disse...

bom
meu nome IA ser mariana
serve?

Raquel disse...

Encontros e desencontros é um filme do qual não gosto. Mas você gosta. Então eu sou uma puta guria insensível. Tá? É.

É, meus encontros inesperados me deixam com um sorriso débil e tarado (palavras de uma amiga). Sei lá.

Você já leu o nome Marina sim. Foi no Festival do Rio que eu conheci a última Marina. É um nome lindo. Mariana também, só que eu tenho uma prima horrorosa por dentro com esse nome, então, trauma, sabe?

Mariana. Mariana. Essa música é super bonitinha e... Oh, vou comer!

Beijo!