sábado, 29 de março de 2014

mais um

Você não sabe como cura minhas feridas com esse sorriso fechado, que esconde os dentes, como se estivesse sorrindo para dentro. Nesse teu cheiro de creme eu vou cicatrizando as memórias de um abandono. Você não sabe como me ajuda, todos os dias, por apenas estar aqui. Com a ponta dos dedos sempre me tocando levemente, roçando na pele com calma, em um carinho sem fim. Eu não sei por quanto tempo vai durar esse momento - aquele instante em que um casal começa a se conhecer, antes de seus defeitos começarem a incomodar, ou os corpos começarem a se enjoar - mas eu quero aproveitar cada momento de vício que você me proporciona. É nesses encontros e desencontros da vida que eu vou me perdendo e me achando.

Um comentário:

Jeronymo Artur disse...

e a mentirosa do perfil, de repente, põe as garrinhas da garota apaixonada. que delícia de momento! :)