quinta-feira, 23 de outubro de 2008

I'm Lost in translation

Neste ciclo vícioso de não querer sentir nada, lágrimas não me competem mais. Por mim acabaria com todas. Choraria tudo de uma vez só em um quarto bem escuro, onde ninguém pudesse me ver, para assim não ter que derramar mais nenhuma. Certa vez prometi a mim mesma que não choraria mais na frente dos outros, não importando quem fosse. Gostaria de voltar a cumprir palavra dada. Esconder de todos os defeitos de minha alma (rasgada). Perco-me. Acho-me. Escondo-me. Cansei de ter pena de mim, dos outros e do mundo. Queria eu não sentir nada disso. Quando choro, me sinto humilhada por minha própria fraqueza. Desejo eu ser sempre forte e segura. Se me fosse concedido apenas um pedido, seria este, sem dúvida. Inseguro-me em mim e fujo de tudo, tentando criar coragem para voltar. E viver. De novo.

Um comentário:

Mente que mente disse...

Se me permite, o "ser forte e segura" desejada no texto já se encontra dentro de vc mesma, basta despertar.